• Andréa Cruz

Você conhece um seguro para doenças graves?


Você deve conhecer alguém que já tenha tido um Câncer não é mesmo? Ou talvez problemas cardiovasculares, com um AVC ou Infarto, ou até mesmo Alzheimer ou Mal de Parkinson. Sim, estas e outras doenças estão aí, e podem acometer qualquer um de nós. A vida moderna nos trouxe muitas coisas boas, novas tecnologias e facilidades, mas também nos trouxe muito mais exigências e correrias no dia a dia, impedindo muitas vezes que nos alimentemos como deveríamos e fazendo com que levemos uma vida sedentária e cheias de preocupações... Muitas vezes são inevitáveis, mas muitas vezes estão nos chamando a atenção para diminuir o ritmo.

Entenda desde já: não basta apenas cuidar da saúde. Afinal, mesmo levando a vida do modo mais saudável possível, é difícil fugir do estresse do dia a dia, de conservantes, de agrotóxicos, da poluição e até de noites insones. Sem contar os riscos por doenças genéticas.

E, na prática, tanto esses quanto outros aspectos comprometem a qualidade de vida de qualquer pessoa.

Para se precaver, é preciso buscar hábitos saudáveis e meios de dar segurança financeira para si e também para sua família diante da possibilidade de diagnósticos severos.

Você já pensou em fazer um seguro que lhe dê cobertura caso tenha um problema como este? Porque afinal de contas, um problema destes, na maioria das vezes, pode não ser só um problema de saúde, muitas vezes entra o fator financeiro, consultar mais e melhores médicos, viajar para tratamento, organizar a estrutura domiciliar durante o tratamento, enfim, dinheiro nunca é demais não é mesmo? Ainda mais nessas horas.

Embora o dinheiro não amenize a dor da situação, pelo menos não se torna um problema a mais em um momento tão delicado.


Quais coberturas um seguro para doenças graves oferece?


A cobertura do seguro para doenças graves não é item básico nos seguros, mas uma proteção adicional. Por isso, muita gente acaba contratando o serviço sem sequer saber dessa possibilidade.

Não tem mistério: diante do diagnóstico de qualquer doença grave prevista na apólice, como câncer, Alzheimer, doença de Hodgkin, entre outras, a seguradora paga a indenização.

Para quem o seguro é indicado?

Embora sejam enfermidades que surgem mais frequentemente com a idade, também é grande o número de jovens acometidos por doenças graves. Para uma pessoa mais velha, que tem responsabilidade financeira sobre a família, a cobertura evita ainda esses transtornos em um momento tão delicado.

Imagine um pai de família recebendo um diagnóstico de doença grave. Nesse cenário, além de criar expectativas sobre seu prognóstico, ele ainda precisará carregar sobre os ombros a preocupação com o sustento familiar. Difícil, não concorda?

De toda forma, um filho ou qualquer outro jovem na família que passa por essa situação também precisa de apoio financeiro para manter seu tratamento. Caso contrário, os gastos podem prejudicar a estabilidade de todos.

Além disso, há quem use o dinheiro da indenização para comprar medicamentos e até custear tratamentos adicionais, de caráter alternativo, que podem ser eficientes para a melhoria do quadro, mas que não são cobertos pelos planos de saúde ou pelo SUS (Sistema Único de Saúde).

Por tudo isso, o seguro para doenças graves não tem um público específico, sendo indicado como parte fundamental do planejamento financeiro familiar.

Os benefícios de contratar esse tipo de seguro

Quando falamos de proteção e amparo para problemas com doenças, o que geralmente nos vem à mente são os planos de saúde. Afinal, é a ferramenta que vai garantir um suporte médico necessário. Acontece que eles não cobrem muitos dos custos gerados em um tratamento médico. Por exemplo, remédios em casa, cuidadores, transporte, entre outros.

Por esse motivo, o seguro para doenças graves é uma ótima opção para você e sua família. Esse plano paga uma indenização ao segurado ainda em vida no caso de doenças cobertas em contrato. Assim, o paciente ganha um aporte financeiro para dar uma grande ajuda com as despesas do tratamento médico.

É preciso levar em conta também que o paciente pode precisar de tempo para estar totalmente recuperado e retornar às suas atividades profissionais, que darão o sustento à família.

Embora um plano de saúde possa fornecer o tratamento, as outras dificuldades provenientes de uma enfermidade não serão resolvidas.

Um seguro para doenças graves, por sua vez, garante recursos que podem cobrir as despesas familiares até que o segurado esteja recuperado. Dessa maneira, o orçamento doméstico fica equilibrado, e a ansiedade diminui. Essa é uma grande proteção para toda a família, concorda?

Outra grande vantagem desse serviço é o baixo custo, como vimos: por meio de uma pequena mensalidade, sua família vai contar com uma proteção bastante ampla. É um investimento que não pesa no orçamento, mas tem um grande impacto quando for necessário utilizá-lo.

O que achou do seguro com cobertura de doenças graves? Quer conhecer melhor? Fale conosco!





1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo